Crimes ambientais podem causar epidemias

Aumentam os números de mortes entre humanos que contraíram a febre amarela em municípios brasileiros. Vacine-se!

A lógica de Lavoisier* diz que tudo se relaciona!

A lógica de Lavoisier diz que tudo se relaciona!

03/02/18 - A corrupção, os desastres ambientais, as ocupações irregulares, os desmatamentos de ciliares em nascentes e nos cursos de água e de grandes áreas na Amazônia, além de queimadas em todo país, somados aos milhares de hectares inundados pelas hidroelétricas criam as condições necessárias para as epidemias, algumas consideradas erradicadas desde 1940, no século XX, caso da febre amarela.

Deputados e ministros receberam R$ de desmatadores

Deputados e ministros receberam R$ de desmatadores

Por que acontecem tantos desmatamentos nas florestas do Brasil?

Desmatadores doaram R$59 milhões a campanha de deputados; seis ministros estão na lista”. 

Esse é o título de uma matéria publicada neste 30 de janeiro de 2018. Clique e confira! 

Queimadas criminosas acontecem em todo Brasil

Queimadas criminosas acontecem em todo Brasil
Quais as principais consequências das queimadas e dos desmatamentos? O efeito estufa é o resultado imediato provocado pelas queimadas. Os desmatamentos causam prejuízos significativos ao meio ambiente pelo raleamento de matas, extinção de florestas e de outros tipos de formações da flora e da fauna.

Além disso, a ação humana de praticar crimes ambientais em biomas naturais e de inundar grandes áreas de matas para construção de hidroelétricas tem a consequência lógica de trazer animais silvestres sobreviventes, dentre esses, as moscas, os mosquitos e os macacos para mais perto de áreas urbanas pela facilidade de se conseguir alimentos. Esses fatores podem influenciar na propagação de febre amarela, dengue, zica e chikungunya.

"Atuação do DNPM foi frágil e deficiente"

"Atuação do DNPM foi frágil e deficiente"
Qual a principal causa do desastre de Mariana, em Minas Gerais?

As barragens da Samarco/Vale não foram construídas adequadamente e faltou fiscalização. 

A atuação do DNPM (Departamento Nacional de Produção Mineral), responsável pela fiscalização das barragens do país, foi frágil e deficiente". Essa conclusão está em relatório aprovado pelo plenário do TCU (Tribunal de Contas da União). 

O DNPM é incompetente ou podemos presumir que houve interferência financeira nas fiscalizações?

Insetos proliferaram sem os predadores naturais

Insetos proliferaram sem os predadores naturais

Um dos principais efeitos dessa tragédia humana (uma vida não tem preço) e ambiental,  conforme especialistas, foi em relação a mortandade de peixes, sapos e outras espécies, como a libélula, ao longo da Bacia do Rio Doce, que se alimentam naturalmente das larvas de moscas e mosquitos.

Dessa forma, insetos proliferaram absurdamente sem os predadores naturais.

Com relação às ocupações irregulares em áreas de preservação, é muito comum nos noticiários denúncias contra órgãos públicos que liberam esses locais em troca de mais IPTU. Denúncias sem efeitos práticos: na maioria dos casos nenhuma medida legal é realizada e algumas concessões só ocorrem através de propinas. 

A corrupção é a pior das epidemias que assola o Brasil

A corrupção é a pior das epidemias que assola o Brasil

Por outro lado, os governos ignoram quando a população de baixa renda constrói casas em locais destinados às matas ciliares e em encostas. 

Toda construção em áreas planas, próximas e na mesma altitude de cursos de água estão condenadas às inundações em épocas de cheias. A mesma situação ocorre com as construções nas encostas íngremes**, com a retirada da cobertura protetora do solo, os moradores estão sujeitos aos deslizamentos.

Portanto, é fácil perceber que o Brasil está doente e que a corrupção é a pior das epidemias. Está instaurada de forma endêmica e é responsável pela maioria dos crimes ambientais e de suas trágicas consequências que mutilam a sociedade, diariamente. 

*Lavoisier

Antoine Laurent de Lavoisier (26/08/1743 a 08/05/1794) químico francês, considerado o pai da química moderna. Foi eleito membro da Royal Society em 1788 e reconhecido por ter enunciado o princípio da conservação da matéria (o russo Mikhail Lomonossov fez isso 14 anos antes). Além disso, identificou e batizou o oxigênio, refutou a teoria flogística e participou na reforma da nomenclatura química. Célebre por seus estudos sobre a conservação da matéria, mais tarde imortalizado pela frase popular "Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma".

**Legislação Ambiental

O Código Florestal brasileiro define como área de preservação permanente as florestas e outras formas de vegetação natural ao longo dos rios ou cursos d’água, desde o seu nível mais alto em faixa marginal de proteção. As faixas marginais são definidas por uma largura mínima de proteção às matas ciliares entre 30 e 500 metros, de forma proporcional à largura de seus rios (de 10 a 600 metros). Nascentes, topos de morros, restingas e encostas com inclinação superior a 45º também são caracterizadas como APP´s (Áreas de Preservação Permanente).
Acesse www.planalto.gov.br e conheça na íntegra o Código Florestal Brasileiro.